Anúncio de R$ 131 milhões para o turismo reafirma o potencial do setor


Arquivo pessoal Prospera.RS

O anúncio de R$ 131 milhões em investimentos no turismo feito hoje pelo governador Eduardo Leite tem um significado emblemático. Incluir o turismo no programa Avançar e com esse volume de recursos é uma reafirmação do potencial que esse setor tem para o crescimento da economia gaúcha. Segundo o governo, esse número é 13 vezes maior do que o total investido nos últimos 17 anos no setor turístico. “Os atrativos turísticos precisam de infraestrutura e logística e isso quem disponibiliza é o poder público. Uma notícia como a de hoje é um fator muito importante a ser considerado por quem pretende ampliar seus negócios ou começar a investir em turismo no Rio Grande do Sul”, afirma o CEO do Prospera.RS, Thomas Fontana.

Presente no anúncio, realizado no cais do porto da Capital, Fontana trabalha, também, com a intermediação entre investidores e quem tem uma ideia ou quer desenvolver um negócio turístico. Esse é um dos objetivos do Prospera.RS, mas para que um atrativo se desenvolva, é preciso que o governo faça a sua parte com sinalização turística, acessos, pavimentação e promoção, entre outras ações. E foi exatamente isso que o governo anunciou. “Temos convênios importantes com prefeituras e precisamos desse trabalho conjunto para que o turismo do Estado se desenvolva”, acrescenta.

As melhorias, porém, não são restritas a visitantes, mas aos moradores das cidades, como o governador fez questão de ressaltar: "Além de estimularem o senso de pertencimento das comunidades locais e a preservação do meio ambiente, são investimentos que vão qualificar os espaços com vocação para o turismo, importantes para dar o conforto que o turista deseja para ter boas experiências no nosso Estado, e assim gerar mais desenvolvimento a partir desta indústria sem chaminés, que é o turismo”.

Quando se soma os valores das contrapartidas (são 139 projetos em convênios com 134 municípios), o montante a ser investido no Rio Grande do Sul chega a R$ 175 milhões, uma cifra que deve ser comemorada. “O turismo é uma das principais fontes de geração de emprego e renda no Rio Grande do Sul e, por muitos anos, ficou desassistido de investimentos por falta de recursos. Os projetos selecionados, além de obedecerem a critérios de desenvolvimento do turismo regional, revelam o desejo de diversos municípios de terem novas matrizes econômicas a partir do turismo”, destacou o Secretário Estadual de Turismo, Ronaldo Santini.

Os números da retomada na iniciativa privada já são um forte indicativo que investir em turismo é viável e lucrativo. Aliados a esse anúncio do governo estadual, tornam a rentabilidade ainda maior. “Podemos afirmar sem dúvidas que o turismo, hoje, é uma excelente opção de investimento”, complementa Fontana.

OS NÚMEROS

Infraestrutura Turística

• Acesso, pavimentação ou calçamento: 57 projetos e R$ 65,4 milhões de investimento

• Cicloturismo: 11 projetos, com R$ 18 milhões de investimento

• Parques, praças ou orlas: 46 projetos, com R$ 31,5 milhões em investimento

• Prédios ou centros turísticos: 12 projetos, com R$ 9,5 milhões de investimento

• Pórticos, mirantes ou monumentos: 12 projetos, com R$ 3,6 milhões de investimento

Desenvolvimento do turismo regional

• R$ 3 milhões para projetos nas regiões da Uva e Vinho, Carbonífera, Rota do Yucumã, Pampa Gaúcho, Costa Doce, Terras Encantadas, Campos de Cima da Serra, Quarta Colônia e Termas e Lagos.

Para conferir todos os convênios, clique aqui.

Para ver a apresentação oficial do Avançar no Turismo, acesse este link.

11 visualizações0 comentário
Patrocínio:
Banrisul Vertical_colorazul.png
selo-120-anos-sicredi-pioneira-2022-01.png
logo-Sicredi-Serrana-2.png